self

espelho

Gauche de nascença. Sou o filho canhoto de uma família de muitos abraços: minha rede de afetos sempre acolhe novos integrantes (únicos). Nasci da mistura da pessoa mais sensível do mundo com o ser mais gaiato que existe. O riso é uma constante, entretanto escuto majoritariamente música melancólica. De tanto dançar conforme a música, passei a contribuir para que outros fizessem o mesmo (no ativismo cultural, a insônia é festiva). Minhas raízes estão em movimento. Já morei em cinco cidades, em muitas idas e vindas. Tenho três cachorros, já tive um macaco. Já mergulhei em igarapé, mar me alumia, mas não dispenso um banho de piscina. Tenho dois pais: um pai-irmão e um irmão-pai (ou seria o inverso?). Meu dia nunca finda; não sou escravo do escuro. Defendo a força sutil da imaginação: ouço muito, leio em demasia e acredito na frase “cinema é a maior diversão”. Entrei na vida adulta como jornalista. Meus anseios são financiados pelo trabalho como empreendedor e consultor de comunicação e ambientes digitais, o que faço desde o século passado. Meus passos evitam o deserto. Minha bússola possui muitos nortes. O mapa que me guia não possui fronteiras delimitadas: sinto-me em casa em terra estrangeira. Acho-me na exceção, não na regra. Nasci no Ano Internacional da Criança (1979): vou morrer menino. Presente-passado-futuro: como posso ajudar?

[Dica] Faltou alguma coisa? Passa na seção de perguntas frequentes

Labuta + educação continuada

Sou jornalista freelancer, pesquisador e consultor de comunicação e estratégia digital. Desenvolvo atividades de assessoria de comunicação e consultoria em projetos web: gestão de presença digital e conteúdo (jornalístico e brand content). Em 2009, lancei o livro digital Comunicação em Rede. Como pesquisador, o que me atrai é a criatividade em nível mais abrangente, não um campo específico.

Social

Todas as redes sociais que utilizo você encontra em meadiciona.com/charlescade.

Retrovisor

- O Concurso Universitário de Jornalismo CNN 2010, realizado no Brasil pela rede de TV CNN Internacional, destacou meu site num seleto grupo de blogs do Brasil que abordam o jornalismo. Veja no link (seção: links relacionados).

- Uma das referências nacionais em cultura digital. Desse modo, sou citado no livro mais recente de André Telles, A revolução das mídias sociais. Telles é o primeiro brasileiro a publicar um livro sobre Mídias Sociais.

- Fui apontado, pelo jornal Estado de São Paulo, como um dos perfis do Twitter para se informar (categoria Link, cultura digital).

- Meu blog foi recomendado pelo projeto Observatório da Imprensa como um espaço para acompanhar os novos rumos da comunicação.

- Fui apontado pela Locaweb, maior empresa de hospedagem de sites do país, como um dos profissionais web que fazem a diferença na Twittosfera e apareço na lista dos 35 principais jornalistas brasileiros no Twitter.

Na imprensa
Sou um perdedor, baby – Mais do que outras linguagens, a música popularizou facilmente o universo dos outsiders e fracassados
Vereadores da Capital apostam nas redes sociais
Endereço de profissionais web que fazem a diferença na Twittosfera
Livro gratuito sobre comunicação digital
Possibilidades digitais
A outra geração dos blogs
Eu podo, eles podam. E você, poda?
[Sala de imprensa do e-book Comunicação em Rede]

Artigos
Novas formas de produção, debate e circulação das criações audiovisuais [Observatório da Imprensa]
Passado e futuro da comunicação [Digestivo Cultural]
Como transformar a audiência em aliada [Webinsider]
Ponto de ruptura no jornalismo [Digestivo Cultural]
O profissional de comunicação nas mídias sociais [Webinsider]
Recursos tecnológicos úteis ao jornalismo [Observatório da Imprensa]
O novo papel dos jornais locais [Observatório da Imprensa]
A visualização da informação [Webinsider]
O jornalismo beta [Observatório da Imprensa]
Inovação na informação – A nova comunicação corporativa [Diário do Nordeste]
O que ajuda um viral a viralizar de fato [Webinsider]
O debate sobre o futuro do jornalismo [Observatório da Imprensa]
O que explica o sucesso dos vídeos virais? [Webinsider]
O design pode salvar o jornalismo? [Webinsider]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s